Você está se aventurando em edições de vídeo? Está no caminho certo. Os vídeos se tornaram o formato preferido do público para consumir informação e conhecimentos. Veja quais os erros mais comum em edições de vídeo e como não cometê-los.

Edição de vídeos: confira os erros mais comuns e como evitar

Edição de vídeos: confira os erros mais comuns e como evitar

A gravação de um vídeo envolve muitos detalhes. É bem comum vermos as pessoas se preocuparem bastante com a gravação, entretanto, esquecerem que a edição do vídeo é uma das etapas mais importantes do projeto. Um vídeo mal editado, por mais que seja bem gravado e que entregue um conteúdo relevante, acaba deixando o material desinteressante.

Para lhe ajudar nesta tarefa, selecionamos os erros mais comuns em edição de vídeos e mostrar para você como evitá-los.

Falta de organização de arquivos

Você já deve ter visto que a edição de vídeo envolve muitos arquivos. Além de todos os takes do vídeo, também utilizamos efeitos sonoros. A criação de pastas, nomeação de arquivos e organização de todas as vinhetas e materiais que você incluirá no vídeo é fundamental para que você não perca tempo buscando os arquivos perdidos em diferentes pastas.

Esse erro faz muitos editores se tornarem improdutivos, perderem arquivos e demorarem até 2x mais para editar um vídeo. Organização não é perda de tempo, muito pelo contrário. Por isso, sempre mantenha suas pastas de arquivos organizadas, nomeadas e com os arquivos editados e não editados todos no mesmo local.

Música de fundo muito alta

Esse é um erro bastante clássico e que atrapalha muito um vídeo. Quando a música de fundo é muito alta, fica difícil compreender o que a pessoa no vídeo está de fato falando.

Para não cometer esse erro, mostre o seu vídeo editado para alguém que não teve acesso a gravação. É bem comum que, como você sabe o que a pessoa está falando, você acaba entendendo o vídeo, mesmo que a música esteja um pouco mais alta do que o necessário.

Fazer cortes muito cedo para ganhar segundos

Uma das coisas mais difíceis na edição é você finalizar o vídeo e perceber que você ultrapassou os minutos necessários. Então, uma das saídas é começar a ganhar os preciosos segundos de vídeo fazendo cortes um pouco antes do que você tinha feito. Quando você não oferece alguns milésimos de segundo depois de uma fala, por exemplo, você acaba oferecendo uma ruptura emocional perante o telespectador, ou seja, o fluxo de conexão entre o público e o personagem do vídeo é bruscamente interrompido.

A indicação aqui é você cortar o período de vinheta, os créditos finais ou até mesmo alguma fala ou alguma parte da edição que não é tão relevante para o vídeo.

Editar som e imagem separados

Esse é um erro clássico. Quando você edita a imagem primeiro, você fica presa a ela para editar o som, perdendo oportunidades únicas de utilizar partes da música desejada para criar algum efeito sonoro.

A partir do momento em que a escolha sonora é realizada, ela deve ser imediatamente adicionada ao arquivo de edição para que você tenha mais flexibilidade na edição de imagens e aproveitar a emoção da música para criar sentimento e conexão com os telespectadores.

Outra dica relacionada à música é utilizar muitos estilos de música. Colocar o som adicional só para a cena não ficar vazia muitas vezes não é a melhor opção. Neste caso, é interessante rever a edição de imagens e ver se há algum outro corte que possa ser feito para não haver a necessidade de adicionar outra música por alguns segundos adicionais, por exemplo.

Esperamos que tenhamos lhe ajudado um pouco mais para você editar o seu vídeo com qualidade e que traga resultado para o seu site. Para saber mais dicas sobre edição de vídeos ou sobre as melhores práticas de sites de assinatura, entre no nosso site.

Compartilhe:

Outras postagens: